Nova diretoria da CDL toma posse em Afonso Cláudio

Texto: Kennedy Lenk / Fotos: Karla Rogge

O empresário Fernando Bulhões assumiu a presidência da Câmara dos Dirigentes Lojista (CDL) de Afonso Cláudio na noite da última quarta-feira (05) em evento que teve início às 19h30 no Centro Cultural José Ribeiro Tristão. Na cerimônia de posse, em ato simbólico, Robson Scárdua, que deixa o posto, passou as chaves da CDL para o empresário dono da IZI Telecom.

A cerimônia contou com as presenças do presidente da Federação da CDL no Estado, Geraldo Magela, da Major Marinete Félix, do presidente da Câmara Municipal, Nilton Luciano de Oliveira, do delegado Luciano Carlos e do Presidente da CDL de Vitória, Estanislau Venturim. Grande parte dos empresários filiados à Câmara dos Dirigentes Lojistas acompanhou a cerimônia de transição.

Presidente pela segunda vez, Fernando Bulhões convocou todos os empresários para uma maior aproximação com a entidade, que possui 138 filiados. Relatou que é possível aumentar este número a partir de um bom trabalho que pretende desenvolver com os já parceiros e falou sobre projetos para a segurança na cidade, contando com o apoio das polícias e da justiça.

De acordo com Fernando Bulhões, a CDL de hoje está em outro patamar e pretende dar continuidade ao bom trabalho de Robson Scárdua. “Diferente do que ocorreu antes do meu primeiro mandato quando assumimos a entidade com os cofres vazios, hoje estamos voltando para continuar o trabalho sério deixado pelo Robson. Para isso, é importante que todos filiados abracem a causa,” disse Fernando.

Tanto a Major Marinete Félix da 2ª Cia Independente, quanto o delegado Luciano Carlos se colocaram à disposição da CDL e dos empresários. Ambos relataram a importância da boa parceria que existe entre as duas polícias e convocaram a sociedade para contribuir denunciando infratores e participando de mais perto dos problemas enfrentados, especialmente pela polícia civil, que está em um precário prédio e com pouco efetivo.

A CDL está em todos estados do Brasil e no Espírito Santo em 55 municípios dos 78. Na Assembleia Legislativa existe uma frente parlamentar aberta para apoio, caminho já conhecido por Geraldo Magela, que viabiliza, entre outras frentes, o treinamento para Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). Magela elogiou a CDL de Afonso Cláudio e disse que todos devem trabalhar como uma família.

“Vejo aqui o interesse dos empresários em fazer a CDL cada dia mais organizada. O nível de comprometimento dos envolvidos é muito grande e é bom ouvir a diretoria falar de projetos, sem medo das dificuldades que ela sabe que vai encontrar. Por isso é importante o envolvimento de toda a comunidade dentro do processo. Quando a justiça, empresários, as polícias civil e militar e o Legislativo são parceiros tudo fica mais fácil,” elogiou Magela.