Vereadores contra a renovação com a Cesan, deixam seu recado em Afonso Cláudio

Texto: Kennedy Lenk/Foto: Kennedy Lenk

O assunto Cesan em Afonso Cláudio, região serrana do Estado, se arrastou por um longo período, passando por reuniões, audiências públicas e debates em grupos nas redes sociais. O voto pelo projeto de renovação aconteceu em sessão da última semana contra a vontade da maior parte da sociedade afonsoclaudense. Vereadores que antes se mostravam contra, votaram a favor do projeto sugerido pelo prefeito, gerando um desconforto entre os parlamentares.

Desde o início do debate até o dia da votação, ocorreram inúmeras manifestações contrárias à empresa por meio de programa de rádio e em redes sociais. Moradores reclamam do valor das taxas de esgoto e reclamam da qualidade dos serviços prestados. O contrato que custou 25 milhões, já estava vencido e um plano de saneamento que vence em 2020, não oferece garantias de que as propostas vão acontecer.

Não adiantaram as manifestações de moradores e os votos contrários de Josimar Neves (PV), Roserene Paulino da Silva (DEM) e Marcio Rosa Santos (PSB), que manifestaram sobre suas decisões. Josimar Neves, o popular Tilim disse: “Sempre votarei contra todos os projetos que não sejam de interesse do povo. Tenho uma palavra só e não mudo de opinião, por conta de favorecimento ou intimidação,” afirmou Josimar Neves.

Juntos, os três vereadores aparecem em outdoors patrocinados por um empresário. Um deles está instalado na Rua da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Os conteúdos impressos estão destacadas as seguintes Hashtags: #taxacara80%, #buracosnarua, #obrasinacabadas e #esgotonorio. Na faixa, os legisladores incluíram ainda que não carregarão a culpa da renovação de concessão da Cesan, por não terem recebidos garantias documentadas.

Logo após a instalação do outdoor, a vereadora Roserene Paulino da Silva recebeu um aviso que segundo ela, partiu do prefeito Edélio Francisco Guedes, e que a deixou preocupada. A Rose da saúde, como é conhecida na capital da Biodiversidade, disse que o prefeito quer sua transferência do posto de saúde, onde é efetiva, para outro setor.

“Primeiro foi com o vereador Tilim, agora comigo. Não aceito politicagem e só saio de lá se for tirada a força. Sou efetiva e realizo um trabalho de ajuda à sociedade, sem utilizar o espaço para fins políticos. Estou aguardando uma posição do executivo para tomar as providências cabíveis,” relatou Roserene Paulino ao Diário ES e à Rádio Mais FM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *