Luteranos promovem “Pedal da Reforma Luterana” em Afonso Cláudio

Texto: Kennedy Lenk/Foto: Divulgação

Quem a tem sabe do seu poder curativo contra ansiedade, o stress e outros males que afetam o homem no seu dia a dia com a família, no trabalho e nos estudos. Falamos da bicicleta, que em Afonso Cláudio passou as ser a companheira de muitas crianças, jovens e adultos, depois de seus compromissos, muitas vezes estressantes. Pedalar pelas ruas da cidade e em rodovias da região serrana virou um compromisso quase diário.

Quando se trata de pedal solidário, as bikes dão as caras em percursos pequenos médios e grandes. E foi para ajudar o Asilo “Ninho de Amor” que o “Grupo do Pedal” idealizou um passeio para a próxima quinta-feira (31,) quando se comemora a Reforma Luterana. As inscrições já estão abertas nas lojas PKN e Planet Sports no valor de R$ 5,00 a R$ 10,00, de acordo com a disponibilidade do participante.

A concentração está marcada para as 07 horas na Praça Aderbal Galvão. O destino será a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) da Comunidade de Vargem Grande. Lá os solidários ciclistas vão repor as energias com um reforçado café e, após um descanso, retornam à Praça, palco de grandes festas e iniciativas solidárias como esta.

Esse mesmo grupo realizou em junho de 2019 um grandioso evento em benefício de um adolescente com transtorno Esquisoafetivo. Na ocasião, 200 ciclistas doaram e arrecadaram com amigos uma significativa quantia em dinheiro para o tratamento do garoto. No fim do passeio ciclístico era visível a emoção dos participantes, que prometeram continuar com a ideia de ajudar o próximo por meio da saudável bike.

Uma das idealizadoras do próximo evento afirma que pedalar em prol dos mais carentes é ainda melhor. “Além do benefício para o corpo e mente, o pedal solidário faz bem pra alma. Contamos com a participação de centenas de ciclistas na próxima quinta-feira. O pedal a favor do Guilherme foi um sucesso e esperamos que este seja de igual tamanho”, pediu a ciclista Fabiane Seibel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *