“João de Deus capixaba” é preso após prometer curas milagrosas a agricultores

Texto: Julio Huber|Montanhas Capixabas/Foto: Divulgação

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem, na região de Rio Plantoja, em Santa Maria de Jetibá, acusado de comercializar produtos fitoterápicos e de realizar orações com promessas de curas milagrosas. O homem foi preso após moradores da região ligarem para a PM denunciando os golpes praticados pelo acusado, que é morador do município de Laranja da Terra.

Ele chegou a cobrar R$ 46 mil de uma família de agricultores, para desfazer maldições e prometer proteção. Uma das vítimas já teria pagado mais de R$ 30 mil ao golpista. De acordo com relatos da Polícia Militar, o “João de Deus capixaba” foi preso quando retornava a uma residência para receber uma parcela de R$ 4 mil, de um valor de R$ 16 mil, que seria o pagamento de uma oração para retirar o espírito do pai falecido da vítima.

Essa mesma família, segundo a Polícia Militar, já teria pagado R$ 20 mil para o acusado realizar a limpeza espiritual da casa. Em uma segunda visita, o golpista cobrou R$ 10 mil para fazer a proteção do filho da vítima. Os golpes eram praticados em regiões rurais do interior do Estado, principalmente em Santa Maria de Jetibá.

Após a denúncia do golpe, uma equipe da Polícia Militar, formada pelo cabo Rezende, pelo soldado Washington e pela tenente Rosimeri, além de uma equipe do Serviço Reservado, foram até a casa da vítima, por volta de 13 horas. O falso curandeiro chegou à residência às 16 horas. Após o acusado realizar a oração e receber a quantia de R$ 4 mil, referente ao parcelamento do total de R$ 16 mil, foi dado voz de prisão ao homem.

Ao ser preso, os policiais encontraram R$ 4.725,00 em seu bolso. O acusado disse que realizava as práticas de curandeirismo há pouco mais de dois anos. O homem confirmou que havia recebido os valores da família, e que guardava parte do dinheiro em sua casa, no município de Laranja da Terra.

Ele informou aos policiais que comprou uma moto e um veículo com o dinheiro proveniente de seus golpes. Os veículos estão em nome do filho da companheira dele, que sabia da origem ilícita do dinheiro. O preso também informou que usou R$ 50 mil na construção de sua casa e cerca de R$ 30 mil em jogos de azar, já que ele se declarou viciado. O homem também informou que depositou R$ 5 mil em contas bancárias.

Após ser detido, os policiais foram com o acusado até a sua casa, onde foram encontrados R$ 11.800,00. Dentro de seu veículo foram apreendidos diversos frascos de remédios medicinais. A Polícia Militar pede para quem tiver sido vítima do golpista, que procure a Delegacia de Polícia Civil de Santa Maria de Jetibá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *