Suicídio está entre as cinco primeiras causas de morte em todas as regiões do país

Cerca de 90% dos casos podem ser prevenidos – 90% dos suicidas são portadores de transtornos mentais, muitas vezes não diagnosticados

Texto: Larissa Agnez/Foto: Divulgação/Redação FV

Dois principais fatores de risco são a tentativa prévia de suicídio e doenças mentais.

No Brasil, o suicídio foi a terceira principal causa de morte entre adultos jovens do sexo masculino de 20 a 39 anos, em 2015. Nesse ano, na mesma faixa etária e sexo, o suicídio esteve entre as cinco primeiras causas de morte em todas as regiões do país, de acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, “Suicídio: tentativas de óbitos por intoxicação exógena no Brasil”.

O relatório divulgado neste ano faz análise entre os anos de 2007 a 2016.

O psiquiatra Valdir Campos, relata que os óbitos por suicídio são três vezes maiores entre os homens e o risco aumenta para quem tem histórico familiar de suicídio. “O estigma, o preconceito, o medo e a vergonha de falar abertamente sobre o suicídio são as principais barreiras que impedem a detecção precoce e a prevenção. Dois dos principais fatores de risco são a tentativa prévia de suicídio e doenças mentais, como depressão, transtorno bipolar, alcoolismo, abuso e dependência de outras drogas, transtornos de personalidade e esquizofrenia”, analisa.

De acordo com o Ministério da Saúde, o suicídio pode ser definido como o ato deliberado de matar a si mesmo. A tentativa de suicídio se refere a qualquer comportamento suicida não fatal, como intoxicação autoprovocada, lesão ou dano autoprovocado intencionalmente.

Informações gerais

– A cada ano, mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida, o que corresponde a uma taxa de mortalidade de 16 por 100 mil habitantes, o mesmo que uma morte a cada 40 segundos, número que pode aumentar até 2020. (OMS, 2014)

– Na faixa etária entre 15 e 29 anos, o suicídio é a segunda causa de morte. (OMS, 2014)

– 75% dos casos de suicídio no mundo ocorrem em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. (OMS, 2014)

– 90% dos casos podem ser prevenidos – 90% dos suicidas são portadores de transtornos mentais, muitas vezes não diagnosticados. (OMS)

– No Brasil, a cada 45 minutos uma pessoa morre por suicídio (32 por dia). Ministério da Saúde, 2014.

– O Brasil é o 8º país em números absolutos de suicídio no mundo. (OMS, 2014).

– A taxa (Brasil) subiu de 5,3 para 100.000 habitantes no ano de 2000 para 5,8 em 2012 – aumento de 10,4%. (OMS, 2014).

Dados do Relatório 

Foto: Divulgação
Pesticidas de uso agrícola apresentam toxicidade e letalidade elevadas, mesmo quando ingeridos em pequenas quantidades. 

No mundo, o autoenvenenamento com pesticidas de uso agrícola é um dos principais meios utilizados para o suicídio, responsável por 14 a 20% dessas mortes por ano, o que representa até 168 mil óbitos. Englobam o grupo de substâncias exógenas intencionais pesticidas de uso agrícola, como medicamentos e substâncias higienizadoras, que apresentam toxicidade e letalidade elevadas, mesmo quando ingeridos em pequenas quantidades.

Estudo

As tentativas de suicídio foram analisadas por meio das seguintes variáveis: sexo, idade, raça, cor, escolaridade, situação econômica, situação social, local residente, métodos utilizados para o suicídio entre outras.

Resultado

Entre 2007 e 2017, foram notificados no Sinan 470.913 casos de intoxicação exógena no Brasil, sendo 220.045 (46,7%) caracterizadas como tentativas de suicídio. Dessas tentativas, foram registradas em pessoas do sexo feminino 153.745 (69,9%), e, no masculino, 66.275 (30,1%).

Foto: Divulgação
 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *