Zoológico se torna referência na reprodução de animais no Espírito Santo

Texto: AssCom Zoo Park da Montanha / Fotos: Divulgação

A partir do próximo sábado (28), quem visitar o Zoo Park da Montanha, em Marechal Floriano, poderá ver bem de perto os primeiros filhotes de onça-pintada nascidos em cativeiro no Espírito Santo. No sábado, também serão divulgados os nomes dos irmãos onças, que serão escolhidos por uma votação, que ocorreu até esta quarta-feira (25), nas redes sociais do zoológico.

Zoológico se torna referência na reprodução de animais no Espírito SantoMas, quem visita o único zoológico do Estado, que virou referência na reprodução de animais silvestres, também pode ver diversas outras espécies que nasceram no local, como pássaros, antas, jabutis, serpentes, lhamas e macacos das espécies sagui, da noite e barrigudo.

Considerada uma das mais belas aves brasileiras, o guará-vermelho também reproduziu no Zoo Park. Os filhotes podem ser vistos em um lago apropriado para a espécie. Outra ave que chama atenção pela beleza é o cisne negro, de origem australiana e que reproduz com frequência no zoológico.

Animal carnívoro e que atrai a atenção de crianças e adultos, por ter uma pelagem parecida com a onça-pintada, a jaguatirica, comum em matas capixabas, já procriou nas dependências do zoológico, sob os cuidados da equipe de veterinários e biólogos. O animal ocorre desde o sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina, mas já foi extinto em algumas regiões de sua distribuição geográfica.

Zoológico se torna referência na reprodução de animais no Espírito Santo 2De origem africana, o waterbuck é um antílope facilmente encontrado em savanas e campos africanos, mas os animais da espécie que estão no zoológico também já procriaram. Já segunda maior ave nativa da Austrália, e uma das maiores do mundo, o emu, que tem um ovo verde e que é chocado pelo macho, já criou diversos filhotes no Zoo Park da Montanha.

A veterinária Kristal Furno destacou que todos os nascimentos são acompanhados de perto pela equipe do zoológico. “Alguns animais são transferidos para outros zoológicos no Brasil. A intenção é a manutenção das espécies em cativeiro, que servem também para educação ambiental”, disse.

MAIS DE 150 ESPÉCIES A gestora do Zoo Park da Montanha, Rosângela Vieira, lembrou que criação dos animais que hoje estão no zoológico foi iniciada em 1979 pelo seu pai, o comerciante Romeu Nunes Vieira, falecido em fevereiro de 2017. Ele comprou a propriedade para iniciar a criação de animais: sua paixão de criança. Com o passar dos anos, a quantidade e variedade foram aumentando e surgiu a ideia de transformar o local em zoológico.

Zoológico se torna referência na reprodução de animais no Espírito Santo 3Em 1989 foi dado início a um processo junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para estruturar o local com todas as exigências de um zoológico. Após vencer todas as etapas burocráticas, em 2012 o Zoo Park da Montanha passou a atender visitantes.

O local possui com mais de 700 animais de 150 espécies e provenientes de mais de 10 países. Entre os animais que podem ser vistos, se destacam: leão, onças, tigres, harpias, macacos, araras, cervos, antas, emus, emas, lobo-guará, flamingo, avestruz, jacaré e outras dezenas de espécies de aves, mamíferos e répteis.

Primeiras onças-pintadas nascidas em cativeiro no Estado

Entre todos os nascimentos do zoológico capixaba, os mais comemorados foram os dois filhotes de onças-pintadas. A reprodução em cativeiro é considerada rara, já que é preciso que os animais estejam em ambiente adequado, livre de estresse e que o casal tenha afinidade. Os irmãos são filhos da onça-pintada Tupã e do macho Negão. O pai morreu antes de ver seus filhos nascerem.

A eleição dos nomes dos dois irmãos terminou nesta quarta-feira (25). Uma lista de cinco nomes para o filhote pintado e cinco para o filhote preto foi disponibilizada para a escolha nas redes sociais do Zoo Park da Montanha. No próximo sábado, a partir de 11 horas, os nomes serão revelados aos visitantes, que passarão a ver de perto os irmãos felinos.

Inicialmente, as visitas serão controladas, já que é preciso estudar o comportamento da mãe onça. Os filhotes, que nasceram no último dia 20 de junho, estão adaptados ao zoológico e são bastante brincalhões.

Serviço
Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, de 9h às 17h
Valor do ingresso: crianças de até 2 anos não pagam e de 2 a 12 anos o valor do ingresso é R$ 15,00. Acima de 12 anos o ingresso custa R$ 30,00. Estudantes com carteirinhas atualizadas e idosos acima de 60 anos pagam R$ 15,00. Para o programa de educação ambiental, o ingresso custa a partir de R$ 18,00
Escolas: agendamentos de escolas podem ser feitas pelo e-mail: zooparkdamontanha@hotmail.com
Como chegar: Para chegar ao Zoo Park da Montanha, basta entrar no quilômetro 49 da BR-262, em Barra de Rio Fundo, passar atrás do Posto Ipiranga e seguir por uma estrada pavimentada até o zoológico, distante cerca de um quilômetro da rodovia.

*Com informações de Montanhas Capixabas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *