31 de outubro – 502 anos da Reforma Luterana

No dia 31 de outubro, comemoramos mais um ano da reforma luterana, são 502 anos. E nós nos alegramos muito disso, por que através desta reforma Deus nos mostrou a verdade que liberta através de um homem chamado Lutero. Assim como Deus usou este homem, ele usou vários outros para mostrar esta verdade absoluta aos seres humanos e hoje, Deus usa eu e você.

Partindo desse princípio, eu quero refletir com vocês sobre a verdade que liberta. Esta verdade que liberta tem alguns princípios, fundamentados na palavra de Deus.

Em primeiro lugar queremos dizer que só Jesus salva, por isso temos o Solo Cristus, ou somente por Cristo. Qual é a verdade descrita no versículo 32 de João? “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Esta verdade é o próprio Jesus que diz: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. João 14:6

Diante disso destaco alguns pontos importantíssimos:

1º –  Cristo é o único fundamento da fé e salvação. Somente ele salva, perdoa, conduz à comunhão com Deus.

2º –  O ser humano não tem forças e nem recursos para se salvar. “visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado”. Romanos 3:20

3º –  Portanto, o centro da fé é somente Cristo. A cruz tira do ser humano todo poder ou pretensão de fazer a salvação passar por imagens, santos, promessas ou obras meritórias. Cristo morreu na  cruz para nos salvar, ele ressuscitou ao terceiro dia para nos dar perdão e salvação. Por isso podemos afirmar: “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Atos 4.12)

 Sola Fidei. Tendo isso como fundamento, percebemos que para sermos salvos é necessário a fé em Jesus. Por isso, Sola Fidei ou somente pela fé é algo que ecoa ao longo desses 502 anos. Mas somente a fé em que, ou em quem? Somente a fé em Jesus, esta é a fé verdadeira, pois só

Jesus salva. “visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.” (Rm 1:17); “Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei.” Rm 3:28

Diante do que a palavra de Deus nos diz, concluímos que:

1º – Se a salvação é realizada somente por Cristo, então também é verdade que somente pode ser alcançada pela fé conforme lemos em (Ef 2.1) “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados.” Efésios 2:1

2º – Tudo o que provém de Deus somente pode ser aceito como um presente divino, por meio da fé.

3º – Liberto da escravidão do pecado, o ser humano pode servir a Deus e ao próximo em alegria. (Lutero: pela fé “somos livres de tudo e servos de todos.” )

4º – Romanos 1.17: “O justo viverá por fé”. Ou seja, Deus justifica os seres humanos, os torna justos aos seus olhos, não pelas suas ações, mas pela ação de Cristo em favor do pecador.

            Veja que bênção, pela fé em Jesus temos o caminho aberto para o Pai, temos o caminho que nos leva ao céu onde um dia estaremos e lá veremos Deus face a face assim como ele é. Esta é a grande notícia da reforma: a salvação pela fé em Jesus Cristo.

            Mas não paramos por aqui, ainda temos outros pilares que sustentam a nossa fé em Jesus. Além de Jesus, a fé em Jesus, o que mais poderíamos dizer que é um pilar?

Sola Escriptura ou somente pela escritura. É através da escritura sagrada que chegamos a Jesus, é a palavra que nos dá a fé, que nos mantém na fé, juntamente com os sacramentos. É a bíblia a palavra infalível do nosso Deus, tenho dito em muitas ocasiões que a Bíblia é o GPS que nos leva para o céu. Mas não podemos ter a Bíblia apenas como um amuleto da sorte que apenas serve para enfeitar estantes em nossas casas, a Bíblia deve ser usada em nosso dia-a-dia, lida para o nosso crescimento espiritual, para o fortalecimento da nossa fé. Veja o que lemos em Atos 17.11: “Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias

para ver se as coisas eram, de fato, assim.” E em 2 Timóteo 3:16 lemos: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça.”

Diante disso podemos destacar mais alguns pontos cruciais:

1º – As tradições da igreja ou autoridades eclesiásticas não podem ser mais importante que a Bíblia. A Bíblia é a palavra de Deus, por isso a temos como autoridade máxima e essa é uma das grandes heranças da reforma.

2º – Destaco uma frase de Lutero: Somente as Escrituras podem levar à salvação, por meio de Jesus Cristo. Não há outra forma.  

3º – Nenhuma lei, tradição, convenção humana, nem mesmo a Igreja está acima da Sagrada Escritura.

4º – Uma das grandes obras do reformador Lutero foi traduzir a Bíblia para o alemão. A partir de então todos os letrados tinham acesso a palavra de Deus. Isso aconteceu em uma época em que a imprensa estava sendo descoberta, isso ajudou a popularizar a Bíblia. Louvado seja a Deus por que hoje nós temos acesso livre a palavra. Obrigado Senhor.

            E finalmente chegamos ao último pilar da reforma que é: Sola Gratia; SOMENTE A GRAÇA. Ao longo desses 502 anos temos crido, ensinado e confessado que somos salvos unicamente pela graça de Deus, ou seja, a nossa salvação é um presente de Deus. Como isso pode acontecer? A resposta está bem clara na palavra de Deus, a escritura sagrada como lemos em João 3.16 Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Também muito claro está em Efésios 2. 8-9 “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”.

            Ao longo de toda a Bíblia Deus tem revelado o seu amor a todos nós, a sua graça, a sua misericórdia e compaixão.

            No mundo tecnológico e comercial fica difícil para muitas pessoas entenderem que a salvação do ser humano é por graça e amor, simplesmente por que tudo precisa ser comprado. É aí que está todo o

diferencial, por que se nós não podemos fazer nada para obter a salvação alguém precisou fazer, sabe quem? Esse foi Jesus.

A nossa salvação teve um preço muito alto, foi o sangue inocente sendo derramado na cruz do calvário para pagar a dívida que tínhamos com Deus. “sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo.” 1 Pedro 1:18,19 Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que  morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto? João 11:25,26

Eu creio que com seu sangue Jesus me lavou e me deu uma nova vida e uma nova oportunidade para com ele estar eternamente no céu.

Eu creio que esta é a verdade que liberta recuperada pela reforma luterana de 1517 que hoje comemoramos 502 anos.

Eu creio que esta verdade está firmada em Cristo Jesus que é o único pelo qual podemos ser salvos.

E neste Cristo está firmada a minha fé.

Eu creio que esta fé é alcançada pela escritura sagrada que é o GPS que nos leva a Cristo e ao céu.

Diante de tudo isso eu creio que sou salvo pela graça de Deus. Somente Cristo, somente pela fé, através da escritura e pela graça de Deus um dia estarei com ele face-a-face lá no céu. Amém.

 

Roberval Ribet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *