Andarilho é preso acusado de matar gesseiro em Marechal Floriano

Texto: Julio Huber / Fotos: Roberly Pereira – Montanhas Capixabas

Um andarilho, de 37 anos, foi preso, pela Polícia Civil, na tarde de ontem (15), acusado de matar o gesseiro Daurindo Almeida Santos, 44. O crime ocorreu entre a noite de quinta-feira e a manhã de ontem, na Sede de Marechal Floriano. Daurindo Gesseiro, como era conhecido na região, foi morto com pancadas de uma barra de ferro na cabeça. O local do crime é próximo da via lateral da Rodovia BR-262, a Avenida Arthur Haese, próximo ao Batalhão do Corpo de Bombeiros.

“Ainda na manhã do crime, nossa equipe de investigadores ficou sabendo que um casal de andarilhos teria cometido o crime. Os investigadores prosseguiram até Viana, para tentar encontrar os acusados. Como eles não foram localizados, a equipe retornou e os encontrou no Posto do Café, onde eles foram detidos”, contou o delegado Luiz Pascoal.

Ainda de acordo com o delegado, após ser detido, o andarilho contou que Daurindo teria “mexido”, com sua mulher, de 35 anos, também andarilha. “Eles alegam que após Daurindo tentar passar a mão na mulher, o acusado teria reagido e dado uma cabeçada na vítima e, em seguida, o atingido com uma barra de ferro na cabeça”, informou o delegado.

Após o crime, o casal fugiu e seguiu pela BR-262. O homem foi preso e encaminhado para um presídio capixaba. A mulher não foi detida, por não ter participado do crime. O corpo do gesseiro foi encontrado, por volta das 6h30, por trabalhadores de uma construção civil, quando chegavam ao serviço. Vizinhos da vítima informaram que Daurindo teria seguido pessoas que haviam arrombado a casa dele. Entretanto, o delegado não confirmou essa versão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *