Polícia Civil prende acusado de crime violento em Afonso Cláudio

Diligências foram iniciadas logo após o fato e investigado foi preso hoje (14)

Foto: Polícia Civil

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Afonso Cláudio prendeu, nesta segunda-feira (14), um homem de 33 anos suspeito de ser o autor de um homicídio duplamente qualificado, cometido na última quinta-feira (10), na localidade de Fazenda Guandu, no município.

O suspeito foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária, fruto de uma investigação célere realizada pela DP de Afonso Cláudio. Na madrugada da última quinta-feira (10), durante um desentendimento familiar, o suspeito agrediu fisicamente a companheira, de 33 anos, e a enteada, de 16 anos. O avô da adolescente, um homem de 55 anos, tentou intervir, mas acabou morto a golpes de enxada.

“Após os fatos o autor fugiu do local e a Polícia Civil de Afonso Cláudio imediatamente instaurou Inquérito Policial por crime de homicídio consumado duplamente qualificado, passando a realizar investigações sobre o caso. Na manhã seguinte, a equipe já havia cumprido diligências importantes, intimado e colhido declarações das demais vitimas e testemunhas”, explicou o titular da DP de Afonso Cláudio.

Ainda na sexta-feira (11), imediatamente após diligências importantes, o delegado representou pela prisão do suspeito e, na manhã desta segunda-feira (14), a justiça acatou o pedido, expedindo mandado de prisão temporária do autor.

“Nós já vínhamos monitorando o autor, enquanto aguardávamos o deferimento do mandado de prisão. As investigações revelaram que o autor estaria nas imediações e representando ameaça à companheira e à enteada. De posse do mandado, realizamos diligências para realizar a prisão”, afirmou o delegado.

Por volta das 12h de hoje (14), a equipe avistou o suspeito caminhando em direção à residência das vítimas, quando imediatamente foi abordado e detido. O autor foi conduzido a DP de Afonso Cláudio, onde presta declarações, e em seguida será encaminhado ao sistema prisional onde permanecerá à disposição da justiça.

Com informações da Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *