Polícia Militar prende acusados de assassinar menor em Afonso Cláudio

Texto: Rosi Lenk/Fotos: Polícia Militar

Na madrugada desta sexta-feira (30), por volta das 2 horas, um adolescente foi morto dentro de um apartamento no Bairro São Vicente, em Afonso Cláudio, região serrana do Estado. O fato se deu horas após a vítima ser detida pela polícia militar no centro da cidade com 250 pedras de crack, 29 buchas de maconha e R$ 600,00 em espécie proveniente da venda dos entorpecentes. O rapaz foi conduzido e liberado pela justiça por se tratar de um menor de idade.

O jovem foi morto dentro de um apartamento, quando estava em companhia de mais três pessoas fazendo uso de entorpecentes. As testemunhas contaram que o apartamento foi invadido por dois homens, enquanto um terceiro envolvido aguardava pelo lado de fora. Uma jovem que estava no local conseguiu correr e foi perseguida pelas ruas por um dos homens, que foi detido pela polícia. Os outros dois envolvidos, após assassinarem o jovem, fugiram em um veículo Toyota/Corolla de cor preta.

A Polícia Militar, em posse das características dos suspeitos e do veículo, através das câmeras de vídeo monitoramento instaladas às margens das rodovias, verificou que os foragidos teriam seguido em direção à cidade de Castelo, região sul do Estado. Com informações de colaboradores obtiveram a indicação do provável esconderijo dos acusados e passaram a monitorar o local.

Por volta do meio dia desta sexta-feira (30), numa rua da cidade de Castelo, os policiais abordaram o veículo Corolla, que era dirigido pelo proprietário da residência monitorada. Ao ser questionado, o homem de 28 anos confirmou que os dois suspeitos estavam em sua casa, e que o veículo que dirigia estava sendo retirado por ele naquele momento de um lavador de carros.

Chegando à residência do homem abordado, a Polícia confirmou a presença dos dois acusados de assassinarem o jovem em Afonso Cláudio. Ao realizarem buscas no interior da casa, os policiais encontraram uma pistola municiada com um carregador contendo 4 cartuchos calibre .380 intactos, e ainda um carregador contendo 17 cartuchos calibre .380 também intactos. Um dos acusados assumiu ser o proprietário do material apreendido e o autor dos disparos.

Questionados sobre a motivação do crime, ambos afirmaram que estavam sendo ameaçados de morte pelo menor.  Os materiais foram apreendidos pela PM e os três homens conduzidos para a Delegacia de Polícia de Venda Nova do Imigrante. Segundo a PM, todos os envolvidos já possuem passagens pela polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *